Atenção: Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no site está a consentir a utilização dos cookies.
Escolha do consumidor Prémio 5 Estrelas

Truques para manter o peso depois da dieta

19 Outubro, 2018

Perder peso é uma tarefa árdua. Chegado ao peso ideal, a fase seguinte pode não parecer simples. Mas com as regras de ouro que agora lhe damos a conhecer, vai ver que não vai ser difícil manter a elegância.

Truques para manter o peso depois da dieta

Há certos objetivos que devem pautar o comportamento de quem se quer esforçar por manter o peso ideal na balança. E o verbo esforçar é uma palavra-chave, mas depois de enraizados certos hábitos, não será difícil mantê-los. A partir daí, tudo fica mais leve e natural.

 

Damos-lhe, por isso, alguns conselhos para elaborar um plano para manutenção do peso corporal:

Como manter o peso corporal

Para manter o peso constante ao longo do tempo, precisa de modificar os seus comportamentos, nomeadamente os hábitos que conduziram ao excesso de peso e obesidade. O ideal é que defina um plano adequado à sua realidade, para que o possa seguir por completo:

Estabeleça uma data de início

Identifique metas diárias e semanais, uma para o primeiro mês e outra para os próximos três meses. Seja realista: não tem sentido fixar uma meta que depois não pode cumprir.

Mantenha metas pequenas e específicas

Como comprar uma balança para a cozinha e incluir uma caminhada diária de 30 minutos.

Fixe uma meta a seis meses e outra a um ano

Partilhe as suas intenções com os seus amigos, colegas e familiares.

Planeie os seus menus alimentares para cada semana

Faça uma lista detalhada de compras e leve-a para o supermercado. Se tiver uma rotina muito atarefada, eleja dois dias mais livres para fazer a preparação das refeições para a semana. Assim, nos dias mais atarefados, é só chegar a casa e aquecer.

Prepare a mala para o ginásio e a roupa no dia anterior

Organize o equipamento e a roupa para que seja fácil de usar e fique à vista, motivando-o a ir mesmo nos dias que não tem tanta vontade ou não lhe apetece.

Procure um amigo que queira exercitar-se consigo para ter companhia.

Planifique recompensas satisfatórias

Como comer um quadrado de chocolate amargo ou tomar um banho de espuma, para facilitar a sua transição. Dê uma recompensa a si mesmo por cumprir os seus planos diários e semanais. Tenha paciência: as novas ações podem demorar até seis meses para se transformarem em hábitos concretos.

Mude a sua mentalidade

Alguns estudos mostram que considerar-se a si próprio como alguém que pratica exercício físico e come saudável é importante para converter os novos hábitos num estilo de vida permanente.

Desmistificar crenças erradas

Após elaborar o seu plano, é imprescindível que aceite os bons hábitos alimentares como uma parte permanente da sua vida.

 

Por esta razão, é importante desmistificar crenças erradas que pode pensar que são verdade e que o irão impedir de ter sucesso no seu processo de emagrecimento. Os mitos mais comuns são:

A sobremesa está proibida

Na sua alimentação diária, há espaço para qualquer tipo de comida, em especial para pequenas quantidades do que mais gosta, sempre e quando controla o seu consumo total de calorias. Negar os seus alimentos favoritos pode levar à compulsão e fazer com que se desanime em relação ao seu objetivo.

 

Sugerimos que comece por experimentar as receitas de bolos e salgados saudáveis que propomos para si.

O que come é mais importante do que a quantidade

Apesar de ambas importarem, as investigações mostram que a quantidade de calorias ingeridas são mais relevantes que a sua proveniência.

Se faz exercício, pode comer o que quiser

Não irá emagrecer se a sua ingestão de calorias repor as que queimou. Para além disso, uma alimentação saudável tem outros benefícios.

Saltar refeições ajuda a perder peso mais rápido

Se falhar refeições, tem uma tendência maior para comer em excesso mais tarde. Quem não toma pequeno-almoço apresenta uma probabilidade maior de ganhar peso, em comparação com aqueles que o tomam.

 

Quando não pratica exercício e salta refeições, o seu metabolismo fica mais lento para conservar energia. Embora possa parecer que esta medida o ajuda a emagrecer mais rápido, grande parte da perda será água, que irá ser restabelecida quando voltar à sua ingestão normal.

Os hidratos de carbono engordam

Como o consumo excessivo de hidratos de carbono pode conduzir ao seu armazenamento no estado de gordura, existe a crença de que os mesmos engordam. No entanto, estes fornecem energia ao organismo, pelo que são indispensáveis na nossa alimentação, devendo sempre ser consumidos em maior quantidade.

 

Os hidratos de carbono podem ser classificados em duas categorias: simples (sacarose, frutose e lactose) e complexos (amido e tubérculos), sendo a maior diferença entre ambos o tempo de absorção por parte do intestino.

 

No período da noite, devemos sim evitar o consumo de hidratos de carbono complexos, uma vez que não irá existir um gasto energético suficiente após a refeição e os mesmos serão armazenados sob a forma de gordura.

Nunca deve comer comida rápida

Este tipo de comida pode fazer parte da sua alimentação de vez em quando, se fizer a escolha certa. Opte por pratos grelhados em vez de fritos, evite colocar molhos e compartilhe as batatas fritas com os seus amigos para reduzir o tamanho da porção.

Crómio: aliado para reduzir o desejo por doces

Experimente introduzir no seu regime alimentar o suplemento Crómio da Viva Melhor, uma ajuda na manutenção dos níveis normais de açúcar no sangue e no normal metabolismo dos açúcares como a glicose gorduras e proteínas.

  • Crómio – Controla os níveis de açúcar no sangue.

    25,00  IVA incl.
    Comprar

Receitas deliciosas e pouco calóricas

Propomos ainda três magníficas receitas, com baixo valor calórico, que pode preparar e consumir sem arrependimentos nas principais refeições do dia:

 

Creme de brócolos

(Leia também Brócolos: o alimento que dá saúde)

 

Ingredientes

2 molhos de brócolos

1 copo de batata descascada e cortada aos quadradinhos

4 copos de água quente

1 colher de sobremesa de maisena diluída num copo de água

2 colheres de flocos de aveia

1 copo de temperos verdes frescos

4 colheres de sopa de azeite

1 colher de chá de gengibre em pó

1 colher de sobremesa de sal

 

Preparação

  1. Coloque numa panela ao lume os brócolos, as batatas e os flocos de aveia. Cubra-os com água.
  2. Deixe cozer com a panela semitapada
  3. Quando os legumes estiverem macios, triture-os muito bem
  4. Passe a sopa por uma peneira e coloque-a no lume até ferver, colocando, aos poucos e poucos, a maisena diluída. Mexa sem parar até engrossar.
  5. Coloque os temperos. Prove e corrija-os se necessário.
  6. Sirva quente.

 

Beringela Assada

Ingredientes

2 beringelas médias

4 colheres de azeite

½ chávena de água

2 dentes de alho amassados

3 chávenas de pão ralado

Sal conforme o seu gosto

 

Preparação

  1. Lave a beringela e corte-a em tiras finas
  2. Faça um tempero com o azeite, o alho e o sal. Reserve numa vasilha tapada durante 30 minutos.
  3. Passe as beringelas no pão ralado e disponha-as em formas.
  4. Coloque no forno quente e asse até dourar.
  5. Sirva quente

 

Bife de Soja

Ingredientes

2 chávenas de resíduo de soja

1 cebola pequena ralada

2 dentes de alho amassados

Ervas finas picadas

Sal conforme o seu gosto

 

Preparação

  1. Coloque num recipiente todos os ingredientes e temperos
  2. Amasse-os, faça bolinhos e molde-os em forma de bife com um garfo
  3. Coloque numa forma untada e asse até dourar
  4. Sirva quente

Pode encontrar estas e outras receitas deliciosas no livro Guia Para Aprender a Comer Melhor.

 

  • Livro Viva Melhor Guia Para Aprender a Comer Melhor.

    0,00  IVA incl.
    Comprar

 

Veja também: