Atenção: Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no site está a consentir a utilização dos cookies.
Escolha do consumidor Prémio 5 Estrelas

Remédios caseiros para combater a insónia

22 Maio, 2019

Para que o seu dia seja produtivo, é essencial uma boa noite de sono. Contudo, muitas pessoas têm dificuldade em adormecer e manter um sono contínuo.
Por isso, a Viva Melhor preparou um artigo com os melhores remédios caseiros para um descanso revigorante.

Remédios caseiros para combater a insónia

Quem nunca teve aquelas noites em que não consegue pregar olho? Conta carneiros, tenta relaxar, evita acender luzes… Nada resulta. No dia seguinte está cansado e irritadiço e nem consegue perceber porque é que não conseguiu dormir. Há solução para isso. Mas antes de avançarmos para a resolução do problema, vamos começar por conhecer um pouco melhor este inconveniente.

 A insónia é um distúrbio do sono que se caracteriza por ocasionar dificuldades em adormecer e em manter um sono contínuo, sendo que, quando a pessoa desperta, já não consegue voltar a adormecer novamente. As insónias podem ser de curta duração – dias ou semanas – ou de longa duração – superior a um mês, dependendo das causas. Afetam sobretudo as mulheres e idosos.

Os sinais e sintomas refletem-se na sonolência durante o dia, no cansaço e fraqueza, mau humor e irritabilidade, dificuldade de concentração e memória e reflexos mais lentos.

A insónia pode ser considerada como primária quando é a única doença ou secundária quando é um sintoma ou um efeito colateral de outra doença, estimulantes, ou situações incómodas. Algumas dessas causas secundárias podem prender-se com o consumo ou abstinência de agentes viciantes (como álcool ou drogas), situações stressantes e traumáticas, trabalhos por turnos ou mudanças na rotina do sono, ambientes inadequados (com excesso de luzes, barulhos ou cheiros desagradáveis) ou problemas de saúde crónicos como a asma.

O tratamento depende sempre da causa da doença. Em caso de consulta especializada, o médico vai procurar perceber quando é que começaram a surgir as insónias e perceber se estas são de causa isolada ou se poderão estar associadas a outro tipo de problemas, como pulmonares, cardíacos ou endócrinos.

A medicação com sedativos para ajudar a dormir não é muito aconselhável devido aos seus efeitos colaterais, nomeadamente a dependência psicológica. Por essa razão, este tratamento não é recomendável para durações superiores a quatro ou cinco semanas.

Quando as insónias têm uma grande durabilidade, pode vir a ser aconselhável uma terapia cognitivo-comportamental. Esta terapia procura ajudar a lidar com problemas de ansiedade, dá-lhe algumas sugestões para criar ambientes propícios para dormir, identifica quais os seus hábitos prejudiciais e o que tem de fazer para melhorá-los.

Pode também ser útil fazer acupunctura e apostar no consumo de ervas medicinais, como a camomila, maracujá e lavanda, embora também estas tenham efeitos secundários.

Existem alguns tratamentos e prevenção a ter em conta, como praticar higiene mental, desimpedindo-se dos problemas que afetam a mente e que são responsáveis pelo stress e ansiedade, tornar a cama um local confortável, ter hábitos regulares para jantar e deitar cedo e fazer exercícios físicos que cansem, mas sem excessos.

No nosso livro Viva Melhor com a Medicina do Lar pode ainda encontrar algumas sugestões caseiras para atenuar as suas insónias e ter um sono descansado. A título de exemplo e como sugestão, pode tomar 2 colheres de mel 30 minutos antes de se deitar ou tomar um copo de sumo natural de maracujá 6 vezes ao dia, adoçado com mel. Colocar uma compressa de argila na região da nuca durante uma hora, também ajuda. Encontre estas e muitas outras sugestões no nosso best-seller.

A hidroterapia também é uma boa forma de tratar e prevenir algumas doenças. O seu efeito curativo é baseado nos efeitos mecânicos e termais das águas. O calor acalma e relaxa o corpo que estava tenso e sob o efeito da ansiedade. O frio, por seu turno, estimula e revigora a atividade interna. O banho morno seguido de um duche frio rápido é eficaz para revigorar o corpo de uma pessoa abatida pelo cansaço e pelo stress.

Assim, opte por banhos vitais, escalda-pés e pedilúvios frios. Estes tratamentos servem para ativar a circulação sanguínea e acalmar o sistema nervoso.

O mel é também um excelente aliado para o tratamento de enfermidades e tem efeitos muito benéficos para o seu corpo. Para uma boa noite de sono, aconselhamos que ao deitar-se tome uma colher de mel diluído num copo de água.

A melhor forma para prevenir e tratar as insónias é criar rotinas, deitando-se sempre à mesma hora e num ambiente tranquilo, escuro e sossegado. Pratique exercício físico e faça meditação. Evite estimulantes – especialmente à tarde/noite – e tudo aquilo que possa afetar o seu bem-estar físico e psicológico. Antes da hora de deitar, procure fazer uns minutos de relaxamento, sem computadores nem telemóveis.

Siga estas sugestões e tenha um descanso revigorante.

Veja também:

 

 

 

Deixe uma resposta