Atenção: Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no site está a consentir a utilização dos cookies.
Escolha do consumidor Prémio 5 Estrelas

Para que serve e onde pode encontrar a vitamina A?

23 Julho, 2018

As vitaminas, apesar de não serem produzidas pelo nosso organismo, são substâncias imprescindíveis para o seu funcionamento, podendo ser classificadas de acordo com dois grupos: as lipossolúveis (solúveis em gordura) e as hidrossolúveis (solúveis em água). Devido às diversas funções que desempenham, as vitaminas precisam de ser ingeridas através da alimentação. A vitamina A, considerada […]

As vitaminas, apesar de não serem produzidas pelo nosso organismo, são substâncias imprescindíveis para o seu funcionamento, podendo ser classificadas de acordo com dois grupos: as lipossolúveis (solúveis em gordura) e as hidrossolúveis (solúveis em água). Devido às diversas funções que desempenham, as vitaminas precisam de ser ingeridas através da alimentação.

A vitamina A, considerada como uma das mais importantes do grupo lipossolúvel, foi a primeira a ser reconhecida, ainda no começo do século XIX. Esta substância contribui para a manutenção da saúde ocular e óssea, fortalece o sistema imunitário, promove a renovação celular e protege a pele, sendo indispensável nos tratamentos e beleza da pele. Por causa do seu efeito antioxidante, combate a acção dos radicais livres, que são prejudiciais para as células, sendo geradores de cataratas, tumores, problemas na pele e doenças reumáticas.

 

Saiba mais sobre a vitamina A

            A vitamina A pode ser encontrada em duas formas primárias, nomeadamente a vitamina A activa e o caroteno. A primeira, que provém dos alimentos de origem animal, é conhecida como retinol, podendo ser usada directamente pelo corpo. A segunda forma, denominada de carotenóides, está presente nas frutas e vegetais coloridos, principalmente nos de cor amarela alaranjada. Como esta substância existente no reino vegetal é um precursor e não está disponível para uso directo, é designada de pró-vitamina A, pelo que necessita de ser convertida em retinol pelo organismo. Quando consumimos vegetais, frutas e hortaliças, estamos a ingerir esta pró-vitamina, que será transformada pelo nosso organismo em vitamina A. O fígado é o principal órgão responsável pelo armazenamento, metabolismo e distribuição da mesma, utilizando também o retinol (vitamina A activa) para manter o seu normal funcionamento.

 

 

O que acontece no caso de carência?

As classes mais afectadas pelo défice de vitamina A são os bebés, as crianças, as grávidas e as mulheres em amamentação. Esta situação é considerada como a causa mais importante de cegueira na infância e, se presente na gravidez, exerce efeitos negativos sobre a saúde materno-infantil.

O comprometimento da visão constitui a consequência mais grave da falta de vitamina A no organismo. No entanto, para além da cegueira nocturna que pode desencadear cegueira total, a deficiência desta vitamina pode também causar lesões na pele e doenças infecciosas.

 Vitamina_A

Onde encontrar?

Existem alimentos ricos em vitamina A ou pró-vitamina A, de origem vegetal e animal.

Por exemplo, as frutas e os vegetais coloridos, principalmente os de cor amarela alaranjada (papaia, manga, cenoura, batata doce amarela e abóbora), assim como as hortaliças verde-escuras (couve, espinafre, brócolos, folhas de beterraba e agrião), são excelentes fontes de caroteno (pró-vitamina A).

Na maioria das vezes, uma dieta equilibrada rica em frutas, legumes e hortaliças, é capaz de satisfazer todas as necessidades do organismo de vitamina A. Contudo, algumas vezes pode ser necessário o uso de suplementos vitamínicos.

Nos casos com crianças e grávidas, é indicado o acompanhamento médico para prescrição correcta da dosagem. Não se esqueça que a qualidade dos suplementos fará toda a diferença nos seus resultados. Procure uma marca de confiança e invista com tranquilidade na sua saúde!

Veja também:

 

 

 

Deixe uma resposta