Atenção: Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no site está a consentir a utilização dos cookies.
Escolha do consumidor Prémio 5 Estrelas

Obesidade, ameaça e fator de risco para outras doenças

22 Fevereiro, 2019

A obesidade é um dos grandes flagelos que afecta a nossa sociedade. Conheça esta doença melhor e saiba como evitá-la ou vencê-la.

Obesidade, ameaça e fator de risco para outras doenças

Hoje em dia, seja por falta de tempo ou por comodismo, a verdade é que os hábitos alimentares e o estilo de vida que adoptamos tendem a não ser os melhores. Passamos o dia quase todo sentados, não praticamos desporto, abusamos no fast food e na comida processada e quando cozinhamos exageramos nos fritos. Resultado? Altos níveis de obesidade, que são uma das maiores preocupações nas sociedades desenvolvidas. Mas vamos saber um pouco melhor sobre obesidade e como contrariá-la.

A obesidade é uma doença crónica que consiste na excessiva acumulação de massa gorda e aumento de peso correspondente. Está associado a perturbações do metabolismo, podendo também estar relacionado com a genética ou ter origem cultural ou socioeconómica.

Causas

A má alimentação, o sedentarismo e o stress estão na origem da obesidade e esta é muitas vezes resultado de hábitos e comportamentos adquiridos dentro das famílias. Por isso, os filhos de pais obesos apresentam alto risco de virem a ser igualmente obesos. No entanto, também pode estar associada a distúrbios hormonais e a factores genéticos.

Devido ao peso, a obesidade acaba por causar limitações de movimentos e fazer com que as articulações se degenerem, sejam elas na coluna, anca, joelhos ou tornozelos.

É obrigatório que conheça os riscos que corre se chegar à obesidade e quais são as vantagens de ter hábitos alimentares saudáveis. Obviamente a tarefa não é fácil e por isso é fundamental, se sofrer de obesidade, manter uma atitude positiva e mudar para um estilo de vida diferente.

A obesidade é um factor de risco para doentes com outro tipo de perturbações, como a hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, diabetes e cancro da mama, reduzindo a esperança média de vida dos mesmos.

Tratamento

O tratamento indicado para a obesidade varia consoante a situação de cada um dos doentes afetados, mas deve haver desde logo uma diminuição na quantidade de ingestão de calorias. Uma dieta equilibrada, com alimentos naturais, é aconselhável e vai fazer com que perca gordura e peso, motivando-o a ter uma vida mais feliz.

Um ótimo remédio que pode usar na luta contra a obesidade é o Emagreslim, da Viva Melhor! O Kit Emagreslim é um suplemento alimentar da Viva Melhor que o ajuda a perder peso de forma gradual e progressiva. É constituído por: Ventre Livre, que promove o bom funcionamento do trânsito intestinal; crómio, que contribui para a manutenção de níveis normais de glicose no sangue e para o normal metabolismo dos macronutrientes; colagénio e vitamina c, que ajuda a conservar a produção de colagénio do corpo com uma fórmula de elevada qualidade para o cuidado dos ossos, das articulações e da pele; glucomanano que contribui para a perda de peso; drenante Emagreslim; e o gel redutor de tripla acção Emagreslim.

Temos também uma sugestão de um prato que o vai surpreender. E esse prato é… hambúrguer! Mas é um hambúrguer bastante saudável, pois é feita a partir de lentilhas. Siga as indicações para cozinhar uma refeição deliciosa.

Receita saudável de hambúrguer de lentilhas

Ingredientes

1 chávena de lentilhas

1 cebola

1 cabeça de alho

1/3 chávena de água

3 colheres de sopa de azeite extra-virgem

Salsa, pimenta e sal rosa a gosto

Preparação

1 Cozinhe as lentilhas, escorra a água e espere até ficarem frias

2 Coloque no liquidificador juntamente com a cebola, o alho, o azeite e os temperos. Adicione a água aos poucos e poucos e bata ao mesmo tempo, até que fique com uma consistência adequada.

3 Molde os hambúrgueres com a ajuda de uma colher de sopa em papel vegetal

4 Asse no forno

Encontre estas e outras receitas no Guia para aprender a comer melhor, da Viva Melhor.

Veja também:

 

 

 

Deixe uma resposta