808 202 026

Dicas infalíveis para acabar com a prisão de ventre

31 Março, 2021

A prisão de ventre afeta pessoas de todas as idades. Viva Melhor recomenda dicas infalíveis para resolver este problema e o suplemento Ventre Livre para o trânsito intestinal.

A prisão de ventre ou obstipação é um problema associado à dificuldade em evacuar com regularidade ou na incapacidade total em evacuar, afetando pessoas de todas as idades. A prisão de ventre também pode consistir na evacuação de fezes duras e dolorosas, afetando a qualidade de vida e a realização das tarefas diárias. 

Os sintomas traduzem-se em desconforto abdominal, dor, acumulação de gases, fezes duras, falta de apetite, boca amarga, alteração dos hábitos intestinais, dores de cabeça, sensação de evacuação incompleta e distenção abdominal.

Não existe uma causa específica para a prisão de ventre, contudo, podem existir comportamentos de risco, como a pouca ingestão de água e fibras, consumo excessivo de alimentos industrializados e de proteína animal, sedentarismo, uso de determinados medicamentos, ansiedade, stresse e depressão, e ainda certas doenças associadas como dificuldades digestivas, doenças nervosas ou processos inflamatórios. 

Uma mudança na dieta ou alteração hormonal também são fatores de risco para o bom funcionamento da flora intestinal. 

O bem-estar e a saúde dependem do bom funcionamento dos intestinos. Viva Melhor recomenda dicas infalíveis para acabar com a prisão de ventre.

Aposte nas fibras e nas gorduras boas

As fibras são um ótimo aliado para combater a prisão de ventre, uma vez que favorecem a movimentação intestinal. Deve fazer uma refeições ricas em cereais integrais, frutas e hortaliças cruas ou cozidas, mamão, ameixa seca, laranja, abóbora e acelga. O consumo de fibras deve, no entanto, ser acompanhado de uma boa quantidade de água ao longo do dia, de forma a não piorar prisão de ventre.

As gorduras também são uma boa escolha, uma vez que funcionam como lubrificante no intestino, facilitando a passagem das fezes. Aumente o consumo de alimentos ricos em gorduras como coco, óleo de coco, azeite, nozes, castanhas, amendoim e sementes como chia, linhaça e gergelim. 

Alimentos ricos em magnésio (abacate, aveia e espinafre) e probióticos (iogurte natural) também podem ajudar.

Beba bastante água

A água corresponde a cerca de 80% da composição das fezes, sendo que manter o organismo hidratado é fundamental para que as fezes possam percorrer o intestino com facilidade. 

Dever beber diariamente entre 1.5L a 2L de água. Sumos com alto teor de fibra também são uma excelente opção para promover o bom funcionamento do intestino.

Pratique exercício físico

A prática regular de exercício físico, pelo menos três vezes por semana, ajuda a fortalecer a musculatura abdominal que pressiona o intestino, facilitando o trânsito intestinal. Combater o sedentarismo com uma vida ativa e dinâmica é essencial para que os intestinos não se deixem preguiçar. 

Pode optar por fazer corrida, ciclismo, natação e musculação. Caminhadas diárias de 30 minutos também são uma ótima escolha!

Evite alimentos industrializados

Proteínas de origem animal, cereais refinados (biscoitos e bolos), alimentos industrializados (doces e salgados) e fritos são alimentos que devem ser evitados. Estes alimentos aumentam o nível da acidez intestinal, dificultando o trânsito intestinal e causando barriga inchada e acumulação de gases.

Evite também alimentos à base de carne, hidratos de carbono e farináceos (arroz branco, farinha de trigo branca, açúcar refinado), bem como refrigerantes, bebidas alcoólicas e cafeína!

Cuidado com os laticínios! Determinados laticínios podem ser inimigos do seu intestino. 

 Vá à casa de banho sempre que sentir vontade 

É importante ir à casa de banho sempre que sentir vontade para que o intestino não fique preguiçoso e impeça a evacuação normal. Quanto mais tempo as fezes permanecerem no organismo, mais se tornam secas e duras, provocando dor e desconforto quando evacuadas. 

Crie hábitos: estabeleça um período de dez minutos, de preferência, sempre à mesma hora, para evacuar. A melhor hora para ir à casa de banho é após as refeições, idealmente 15 a 60 minutos, para aproveitar o reflexo gastrocólico, que ajuda na evacuação.

Atenção à postura: adotar uma posição confortável e adequada facilita a defecação. Se necessário, pode usar um pequeno banco, de modo a que os pés possam estar firmemente apoiados e todos os músculos necessários possam ser utilizados na manobra de defecação.

 Massagens

Faça uma massagem abdominal, na zona abaixo do umbigo, no sentido da direita para a esquerda, com um movimento de pressão. Quando chegar perto do osso do quadril do lado esquerdo, realize a massagem no sentido para baixo, em direção à virilha. 

A massagem pode ser feita pela própria pessoa, sentada ou deitada.

Evite os laxantes

Os laxantes alteram a flora intestinal, deixando o intestino irritado e inflamado e podendo piorar a prisão de ventre e a digestão.

Suplemento Ventre Livre para o trânsito intestinal

Ventre Livre é o suplemento Viva Melhor formulado com Sene, Cáscara Sagrada, sementes de Funcho, Macieira, Tamarindo, Limão, Aveia, fibra de centeio e Ruibarbo.

Rico em fibras e com propriedades laxantes de ação rápida, é ideal para regularizar o trânsito intestinal e reforçar a flora intestinal, favorecendo a eliminação de toxinas e mantendo as defesas imunitárias.

Veja também:

 

 

 

Deixe uma resposta