Atenção: Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no site está a consentir a utilização dos cookies.
Escolha do consumidor Prémio 5 Estrelas

Ar, sol, descanso, exercício e alimentação: As cinco fontes da vitalidade

21 Janeiro, 2019

Nada melhor que o início de 2019 para tirar da gaveta os planos de uma vida mais saudável. Não é complicado, é económico e os benefícios são muitos

Ano Novo, Vida Nova

Ano novo, vida nova! E que melhor maneira de começar do que em contacto com a natureza? Redescubra os 5 remédios naturais para uma vida mais longa, equilibrada e feliz.

Ar: Inspire, expire

O ar puro é um remédio natural rico em oxigénio, elemento fundamental para a qualidade do nosso sangue, que ajuda a reforçar o sistema imunitário, curar infeções, aumentar os níveis de energia e sensação de bem-estar.

 

Em casa, é importante arejar bem os espaços e não permanecer em locais fechados expostos a poluição, como é o caso das garagens. Se gosta de plantas, lembre-se que não é boa ideia deixá-las no quarto onde dorme, pois consomem o oxigénio.

 

O ar puro ainda é melhor pela manhã, parte do dia em que se concentram menos impurezas no ar. E é de graça. Aproveite.

Sol: Aproveite cada raio

A luz do sol faz tão bem. Purifica o ar, elimina os micróbios e as bactérias, dá energia às plantas e ajuda a curar as doenças. Para além de alegria e boa disposição, o sol melhora a saúde: a sua pele fica mais macia, elástica, as feridas na pele cicatrizam mais rapidamente, dorme melhor e o stress diminui.

 

Por isso… abra a janela e deixe entrar o astro rei!

 

Desfrutar do seu lugar ao sol é importante, mas atenção… deve ter cuidado com os seus efeitos negativos. A exposição ao sol deve ser feita com precaução, pois o excesso provoca queimaduras e aumenta o risco de cancro da pele. Para peles claras, no máximo, 5 a 10 minutos por dia, enquanto as morenas podem ir até aos 30 minutos.

Descanso: merecido e necessário

Quantas vezes chegamos a casa e dizemos «Finalmente!». E só temos tempo para dormir umas horas. No entanto, esse período de sono é fundamental para a sua saúde.

 

O repouso assegura o vigor físico e mental, restaura o sistema nervoso e aumenta a capacidade de rendimento no trabalho.

 

Se tem alguns problemas em adormecer, tenho algumas dicas que para ajudar a ter uma noite descansada.

 

Deite-se cedo e comodamente, sem levar para a cama problemas que inquietam o seu dia-a-dia. Mantenha sempre o quarto escuro e em silêncio. Faça um jantar leve, com poucos líquidos, e antes de se ir deitar, tome um banho morno para relaxar.

Exercício: Vamos a isso!

Já lá vai o tempo em que as pessoas eram obrigadas a subir e descer escadas e a andar a pé. Hoje em dia, temos elevadores e automóveis. Essa mudança, apesar de necessária, trouxe o sedentarismo, causa de muitas doenças.

 

Vamos pormo-nos a mexer?

 

O exercício físico é essencial para uma maior vitalidade e longevidade. Desde logo, melhora os níveis sanguíneos de colesterol, ajuda a controlar a quantidade de glicose no sangue, reduz a tensão arterial elevada, potencializa a mineralização óssea e reduz o risco de cancro!

 

A natação, a ginástica e caminhada são excelentes para o corpo e mente. Devemos caminhar na posição correta e manter um bom alinhamento corporal, com os ombros para trás e a cabeça levantada.

 

Mas atenção! Cuidado com a intensidade, pois os excessos são prejudiciais. Nunca deve, por exemplo, realizar o exercício a seguir a uma refeição mais pesada.

Alimentação: O melhor para si

Os excessos alimentares são uma das principais causas de doenças. O excesso de colesterol, diabetes, prisão de ventre e a hipertensão são exemplos disso.

 

Uma alimentação saudável engloba frutas, cereais, vegetais, legumes e óleos, que devem estar no estado natural, sem aditivos.

 

Fique a conhecer, de seguida, os alimentos que ajudam a melhorar a sua saúde, de acordo com o grupo em que se inserem.

 

Oxigenação: Abacate, alface, quiabo, repolho, salsa, agrião, pimento verde, brócolos, couve, ervilhas, espinafres, limão, kiwi, manjericão, pepino, rúcula e outros alimentos de coloração verde.

 

Imunidade: Algas marinhas, alho, batata, cebola, cogumelos, couve-flor, feijão branco, maçã, nabo, pera, rabanete e outros alimentos de coloração branca.

 

Anticancerígenos: Beterraba, cereja, framboesa, melancia, morango, nectarina, pimento vermelho, romã, tomate e outros alimentos de cor vermelha.

 

Proteção da pele, cabelo e visão: Abacaxi, abóbora, ameixa, caju, damasco, laranja, limão, manga, maracujá, melão, milho, nêspera, papaia, pêssego, pimento amarelo, tangerina e outros alimentos de coloração amarela.

 

Energia: Alcachofra, ameixa seca, amora, beringela, beterraba, feijão preto, figo, mirtilos, uva preta, repolho roxo e outros alimentos de coloração roxa, preta ou azulada.

 

Rejuvenescimento: Amêndoas, amendoins, arroz integral, avelã, canela, cevada, grão-de-bico, feijão, lentilhas, nozes, pinhões, soja, trigo e outros alimentos de coloração castanha.

 

Acabo este artigo com uma sugestão apetitosa do Viva Melhor para uma refeição equilibrada. Bom apetite!

 

Pequeno-almoço: flocos de aveia; leite meio-gordo ou magro; fatias de laranja, melão ou outras frutas frescas da época; iogurte; e pão integral.

Almoço: sopa de legumes; salada de alface, espinafres e agrião cru; arroz integral com lentilhas e croquetes de soja ou crepes de legumes e rebentos de soja.

Lanche: fatia de pão integral ou de mistura com queijo fresco; iogurte; 1 cacho de uvas.

Jantar: creme de cenoura; verduras cozidas ao vapor com 1 fatia de tofu.

 

Artigo originalmente publicado no blogue Júlia, de Bem com a Vida, de Júlia Pinheiro.

Veja também:

 

 

 

Deixe uma resposta