Atenção: Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no site está a consentir a utilização dos cookies.
Escolha do consumidor Prémio 5 Estrelas

Anemia: sintomas, causas e tratamentos

23 Agosto, 2019

Sabia que a anemia afeta cerca de um quarto das pessoas em todo o mundo?
Esta deficiência de ferro é mais comum entre as mulheres, crianças, durante a gravidez e nos idosos, diminuindo a capacidade de trabalho e produtividade das pessoas afetadas.

A anemia caracteriza-se por um défice de glóbulos vermelhos ou do teor de hemoglobina no sangue (eritrócitos). Os glóbulos vermelhos contêm hemoglobina que transporta oxigénio a partir dos pulmões para todo o corpo e, inversamente, dióxido de carbono a partir dos tecidos para ser eliminado pelos pulmões.

Quando os glóbulos vermelhos ou a hemoglobina estão em falta, quer por menor produção na medula óssea, quer por excessiva perda ou destruição dos glóbulos vermelhos, estes tornam-se incapacitados de fazer uma distribuição eficaz do oxigénio pelo organismo.

A anemia pode dividir-se em três tipos: a que é causada por perda de sangue (trauma físico ou hemorragia gastrointestinal); a que é devida à diminuição da produção de glóbulos vermelhos (deficiência de ferro, deficiência de vitamina B12, talassemia e diversas neoplasias da medula espinal); e a que é devida ao aumento da destruição de glóbulos vermelhos (condições genéticas como a anemia falciforme, infeções como a malária e algumas doenças autoimunes).  

Causas

A causa mais comum de anemia é a falta de ferro, vitamina B-12, folatos e outros nutrientes contidos na dieta. O ferro absorvido na alimentação é usado para a produção da hemoglobina dos glóbulos vermelhos e permite o transporte do oxigénio necessário ao funcionamento de todas as células do organismo. Estando este em falta, cria um desequilíbrio no organismo.

A anemia pode estar ligada também as outras causas, como por exemplo:

  • Doenças Crónicas (cancro, a infeção pelo VIH/SIDA, a artrite reumatoide, a insuficiência renal) 
  • Doenças Intestinais
  • Atividade Física Intensa
  • Hereditariedade
  • Menstruação
  • Gravidez
  • Alcoolismo
  • Alguns medicamentos

Sintomas

A anemia pode ser de aparecimento lento – causando fadiga, cansaço, falta de ar ou diminuição da capacidade de realizar exercício físico – ou de aparecimento rápido – despoletando um estado de confusão, sensação de fraqueza, perda de consciência ou aumento da sede. Podem ainda surgir outros sintomas dependendo da causa subjacente à anemia.

  • Desmaios, vertigens ou tonturas
  • Dores de cabeça
  • Irritabilidade
  • Dificuldade de concentração
  • Depressão nervosa
  • Alterações do sono
  • Tensão arterial baixa
  • Perda de apetite
  • Problemas respiratórios, como ritmo cardíaco acelerado
  • Palidez da face
  • Problemas menstruais
  • Queda de cabelo e unhas fracas e quebradiças
  • Dispneia do esforço

Urge a necessidade de acompanhamento e tratamento para que não surjam ou se agravem outros problemas de saúde como a insuficiência cardíaca.

Diagnóstico

O hemograma é um exame que permite avaliar os níveis e as características dos glóbulos vermelhos, da hemoglobina e do ferro. Consoante os resultados deste exame, poderão ser realizados outros exames a alguns órgãos para identificar outras possíveis causas da anemia.

Prevenção

Para a prevenção da anemia é essencial adotar uma dieta equilibrada e saudável, onde se inclua carne, peixe, frutos e vegetais.

Em todos os casos de anemia, evite alimentos industrializados, refrigerantes, bebidas alcoólicas e digira alimentos ricos em vitamina C (kiwis, brócolos e citrinos) e em ferro (feijão seco, ovos e cereais integrais). Nas fases de vida em que ocorre maior necessidade de ferro (gravidez, aleitamento, infância, adolescência), poderá ser necessário tomar suplementos de ferro, de acordo com as recomendações médicas.

Tratamento

O tratamento da anemia depende das suas causas e passa pela reposição dos níveis normais de hemoglobina e de glóbulos vermelhos no sangue. Quando a causa tem que ver com insuficiência de ferro ou de vitamina B-12, o tratamento passará pela administração de suplementos de ferro, vitaminas e sais minerais, por via oral ou injetável.

Se a anemia for provocada por perdas de sangue, será fundamental identificar a origem dessa perda e proceder ao seu tratamento. Em anemias mais graves, pode ser necessário aplicação de soro ou transfusão de sangue.

A Viva Melhor oferece-lhe ainda algumas sugestões de tratamentos caseiros que facilmente podem ser realizados por si e irão aliviar os sintomas, repondo os eritrócitos no sangue. 

Tratamento com frutas

  • Abacaxi: fazer sumo adoçado com melaço de cana. Tomar 1 copo 4 vezes ao dia.
  • Amêndoas: comer seis unidades a cada refeição
  • Banana: fazer refeições exclusivas de banana na forma crua ou assada 4 vezes por semana

Tratamento com hortaliças

  • Abóbora – incluir na dieta e comer sementes de abóbora tostadas
  • Brócolos – cozinhar em vapor e fazer salada temperada com azeite, limão e pouco sal.
  • Salsa – integrar na dieta com frequência

Outros tratamentos

  • Geoterapia – fazer compressa de argila na região lombo-ventral, com duração de 2 horas.
  • Hidroterapia – fazer banho de assento quente com chá de cavalinha e cidreira, 100 g para 1 litro de água durante 10 min.
  • Pau d’arco – tomar uma colher de xarope de pau-d’arco 3 vezes ao dia

O mel é também uma excelente opção, visto que contém imenso ferro orgânico. Recomendamos-lhe 3 colheres ao dia de mel escuro. A ameixa também é rica em ferro e por isso deve ser consumir 3 ameixas secas ao dia.

Fazer uma alimentação variada rica em vitaminas e minerais é essencial. Todos os alimentos devem ser digeridos, desde que em dozes moderadas.

Faça uma dieta equilibrada não se privando dos alimentos necessários para o bom funcionamento do seu organismo. Tenha entre 5 a 6 refeições por dia, ingira muita água e pratique exercício físico, sem excessos.

A Viva Melhor recomenda-lhe o chá 6 Ervas, uma preparação de plantas para infusão que tem um papel no tratamento do colesterol, nos problemas de fígado, na depuração do sangue, na má digestão, nas pedras da vesícula e na anemia. Esta preparação também auxilia no emagrecimento.

Veja também:

 

 

 

Deixe uma resposta